COMO AQUECER AS VENDAS NESTE FINAL DE ANO?

O final do ano se aproxima e este é o momento mais decisivo e importante para a maioria das empresas, pois muitas delas encerram o ano comercial em dezembro. O Natal é, sim, uma época de superar desafios, bater metas e terminar o ano com chave de ouro! 
 
Segundo o DIESE, o 13º. salário injetará na economia brasileira R$ 173 bilhões de reais, e este abono de Natal beneficiará 84,4 milhões de brasileiros, entre aposentados e trabalhadores com carteira assinada.  Posto isto, agora eu lhe pergunto: “Você está reclamando da crise ou pronto para aproveitar essa grande oportunidade para fechar o ano no azul e crescer em 2015?”.
 
Saiba que, enquanto alguns vendedores ficam parados lamentando a crise, há muitos profissionais e empresas que estão ganhando muito dinheiro e crescendo ainda mais em pleno 2015. Isso mesmo, não pense que todo mundo está indo mal não, está difícil sim, mas a crise nos obriga a mudar e a inovação tem rendido ótimos resultados para diversos segmentos e empresas.
 
Só para dar alguns exemplos, vemos todos os dias na mídia que a venda de carro zero caiu. De fato, segundo a Fenabrave, no primeiro semestre de 2015 as vendas caíram 20,7%, mas não se destaca, por exemplo, que a Honda cresceu 16% no primeiro semestre e vem crescendo 17,4% de janeiro a setembro. E não foi só ela que obteve resultados positivos no setor automotivo, pois outras 12 montadoras venderam mais carros do que em 2014. Na Jeep, por exemplo, o crescimento é enorme e tem fila de espera de 7 meses em algumas concessionárias.
 
Outros exemplos: O setor aéreo cresceu 3,8% no primeiro semestre, o agronegócio fechou o semestre com crescimento de 3%, o setor de franquias cresceu 10% no primeiro semestre - destaque para a Multicoisas, eleita a melhor do Brasil com um crescimento de 17,9% neste ano. O setor de seguros também apresentou um crescimento de 22,4% no primeiro quadrimestre do ano.
 
Gostaria de citar, ainda, o crescimento de diversas empresas neste ano, como por exemplo:
 
- Ambev: vendeu 27,3% a mais no 2º. trimestre de 2015;
- Flores Online: cresceu 25% nas vendas em 2015;
- Perky: cresceu 70% do seu faturamento em 2015;
- Renner: vendeu 22,5% a mais e obteve um lucro 33% maior no 2º. trimestre de 2015;
- Raia Drogasil: faturou 22,7% a mais no 1º. semestre de 2015;
- Espetinhos Mimi: cresceu 15% em 2015;
- Printi Gráfica: cresceu 100% em 2015;
- Mercadão dos óculos: cresceu 300% passando de 10 para prováveis 30 milhões em vendas.
 
Tenha esses dados como uma luz no fundo do túnel e reflita: “Será que, como eles, quero abrir o champagne na virada do ano para comemorar bons resultados, ou estarei no grupo que estará chorando e culpando a crise?”.
 
A desculpa acabou. Portanto, é notório que está complicado sim, para todo mundo.  E isso é bom, pois como dizia meu pai: "É nessa hora que a gente separa os meninos dos homens”. É hora de criar, inovar, se aproximar ainda mais do seu cliente, tempo de se reinventar, propiciar uma grande experiência de compra ao cliente. Quando está fácil, qualquer um faz, mas quando o período é de turbulência, aí sim podemos encontrar os melhores comandantes. A seleção é natural e somente os que se destacam permanecem no mercado.
 
Treine e motive sua equipe, agora é a reta final, hora da onça beber água.
Brilhante final de ano pra você e ótimas vendas!
 
* Erik Penna é palestrante motivacional, especialista em vendas, consultor e autor dos livros “A Divertida Arte de Vender” e “Motivação Nota 10”. Site: www.erikpenna.com.br

COMENTÁRIOS

kuka
multiplan
tivoli
unimed
unisal
viavale